Resumo novela “Chiquititas” 15/03: Marian tenta convencer Mili a deixar o orfanato

chiquititasResumo novela “Chiquititas” 15/03: no capítulo 393(*) da novela “Chiquititas”, resumo de quinta-feira, 15 de março, Helena volta ao trabalho. Neco conversa com Lúcia, que não fala absolutamente nada. Neco dá uma bala para a menina e ensina ela que antes de comer precisa tirar a embalagem. Diego sai da sala de Junior e vai até o Café. Diego vai pra rua e faz birra por não querer ficar com Junior. Clarita leva a força o garoto de volta para a sala de Junior. Carmen diz para Marian que ela precisa ser mais eficiente e convencer Mili a deixar o orfanato.

Mili fica cada vez mais atordoada com todos os acontecimentos. Cícero liga para Vivi e diz que ama ela e Tati e por isso não irá desistir delas. Carmen leva uma bengala de cegos para Mili e diz que essa será a amiga inseparável dela neste momento. Janu e Bel fazem as pazes. Helena dá várias vitaminas para Lúcia antes de ir trabalhar. Marian deixa o fogão ligado para vazar gás e finge que a culpa foi de Mili. Neco vai novamente até a casa de Helena falar com Lucia, que se comunica com gestos. Carmen diz que levará uma avaliadora para ver se Mili tem condições de permanecer no orfanato.

Novela “Chiquititas”: resumo dos próximos capítulos

(*) edição do SBT, Novela “Chiquititas”, sujeito a alteração de data e conteúdo.

Chiquititas gira em torno do orfanato Raio de Luz, que carrega em sua história um grande segredo envolvendo a família e o dono do orfanato, Dr. José Ricardo Almeida Campos. Em um período anterior à novela, exatos treze anos, sua filha Gabriela se apaixonou e ficou grávida de Miguel, filho de Valentina, empregada da casa dos Almeida Campos. Pouco depois, José Ricardo sequestrou sua neta, pois, como um homem conservador, ele não aceitava a ideia de que sua filha se envolvesse com um empregado. Como sua neta, Milena, apelidada como Mili, precisava de um lugar para morar, ele comprou um casarão e fundou um orfanato, o Raio de Luz. Mili cresceu lá com outras garotas que chegaram posteriormente: Bia, Ana, as irmãs Tati e Vivi, e Cris. Ao decorrer dos anos, elas se tornam uma família. Elas são supervisionadas por Ernestina, zeladora do orfanato, e Chico, o cozinheiro amado pelas internas. Sofia, ex-governanta da família Almeida Campos, é a diretora do lugar, até que Carmem, irmã de José Ricardo, entre em seu lugar. Chegam ainda mais órfãos: Pata, Mosca, Binho e Rafa, que viviam nas ruas antes de entrarem na instituição. Pata e Mili tornam-se amigas rapidamente, enquanto Mosca, Binho e Rafa são os primeiros garotos a entrar no abrigo. As crianças sem-teto foram ajudadas por uma doce e bela garota que tocam e mudam a vida delas, assim como as das garotas órfãs.