chiquititasResumo novela “Chiquititas” 12/07 : no capítulo 478(*) da novela “Chiquititas”, resumo de quinta-feira, 12 de julho, Gabriela conta para Carmen sobre a depressão de Marian. Carmen diz que a culpa é de Gabriela que sempre deu mais atenção para Mili do que para Marian. Carmen leva comida escondida para Marian e parabeniza a menina. Carmen diz que Gabriela precisa continuar a acreditar na greve de fome. Gabriela vai até o orfanato conversar com Mili. Gabriela pede para Mili se aproximar de Marian para que a menina melhore. Cintia chama Maria até a direção. A mãe de Maria está lá e onde abraça a filha. As duas choram. Maria corre, pois não quer voltar a morar com a mãe. Gabriela promete ajudar Maria. Mili diz que foi ver Marian por estar preocupada com ela, que não está comendo. Bia almoça com Leandra e Geraldo. Marian diz que Mili deveria pedir perdão por namorar Mosca. As duas discutem. Gabriela intervém, pede para Mili relevar, mas Mili diz que não aguenta mais olhar na cara de Marian. Sozinha no quarto, Marian ri e diz se divertir muito. Érica está interessada em Tobias e se distancia do namorado, Beto. Érica diz que acha melhor os dois terminarem, pois não gosta mais dele. Mosca convida Mili para sair após juntar dinheiro que deixa em sua carteira. Grazielle aproveita que Mosca está tomando banho e rouba o menino. Neco se disfarça para conseguir sair do orfanato e visitar Lucia.

Novela “Chiquititas”: resumo dos próximos capítulos

(*) edição do SBT, Novela “Chiquititas”, sujeito a alteração de data e conteúdo.

Chiquititas gira em torno do orfanato Raio de Luz, que carrega em sua história um grande segredo envolvendo a família e o dono do orfanato, Dr. José Ricardo Almeida Campos. Em um período anterior à novela, exatos treze anos, sua filha Gabriela se apaixonou e ficou grávida de Miguel, filho de Valentina, empregada da casa dos Almeida Campos. Pouco depois, José Ricardo sequestrou sua neta, pois, como um homem conservador, ele não aceitava a ideia de que sua filha se envolvesse com um empregado. Como sua neta, Milena, apelidada como Mili, precisava de um lugar para morar, ele comprou um casarão e fundou um orfanato, o Raio de Luz. Mili cresceu lá com outras garotas que chegaram posteriormente: Bia, Ana, as irmãs Tati e Vivi, e Cris. Ao decorrer dos anos, elas se tornam uma família. Elas são supervisionadas por Ernestina, zeladora do orfanato, e Chico, o cozinheiro amado pelas internas. Sofia, ex-governanta da família Almeida Campos, é a diretora do lugar, até que Carmem, irmã de José Ricardo, entre em seu lugar. Chegam ainda mais órfãos: Pata, Mosca, Binho e Rafa, que viviam nas ruas antes de entrarem na instituição. Pata e Mili tornam-se amigas rapidamente, enquanto Mosca, Binho e Rafa são os primeiros garotos a entrar no abrigo. As crianças sem-teto foram ajudadas por uma doce e bela garota que tocam e mudam a vida delas, assim como as das garotas órfãs.

Publicidade