Resumo novela “Malhação” 23/01: Lígia permite a convivência de Rita com Nina

Filipe aplica golpes de judô em Matoso e Ramiro, mas acaba imobilizado.

Resumo novela “Malhação” Toda Forma de Amar 23/01: no capítulo 203(*) da novela, quinta-feira, 23 de janeiro, Filipe aplica golpes de judô em Matoso e Ramiro, mas acaba imobilizado. Leila consegue fugir e pede ajuda à polícia. Rita, Lígia e Cida se preocupam com Filipe. Leila avisa a Lígia que Filipe está no hospital. Rita confronta Leila. Regina se espanta com Max, que decide esbanjar dinheiro mesmo estando desempregado. Nanda sofre para se manter longe da música. Neide parabeniza a atuação de Nanda na escola. Marquinhos acredita que sua chapa vencerá a eleição para o grêmio.

Publicidade

Fafi repreende Henrique por compactuar com as mentiras da chapa de Marquinhos. Regina pede que Guga converse com Max. Tatoo teme a entrega que Rui lhe pede para fazer. Lígia aceita viajar com Madureira. César chega em casa e questiona Milena quando encontra um preservativo. Um homem ameaça Tatoo. Filipe conta a Rita que Lígia permitiu sua convivência com Nina.

Resumo “Malhação” Toda Forma de Amar: próximos capítulos da novela

Publicidade

(*) edição da Rede Globo, Novela “Malhação” Toda Forma de Amar, sujeito a alteração de data e conteúdo.

“Malhação” – A história se inicia em 2017, quando Rita (Alanis Guillen), de apenas quinze anos, teve sua filha recém-nascida dada para adoção por seu pai por falta de condições financeira para cria-la. Dois anos se passam e, após a morte do pai, a jovem descobre que sua filha está viva e foi adotada por um casal do Rio de Janeiro, Lígia (Paloma Duarte) e Joaquim (Joaquim Lopes), entrando na justiça para conseguir a guarda da criança e criando um embate entre a mãe biológica e a adotiva.

Rita vai morar com sua madrinha, Carla (Mariana Santos), mãe de Raíssa (Dora de Assis) e Thiago (Danilo Maia), porém os três adolescentes são testemunhas de um crime junto com Jaque (Gabz), Anjinha (Caroline Dallarosa) e Guga (Pedro Alves), quando um grupo armado sequestra um homem na van em que estavam. Eles criam um grupo no WhatsApp intitulado “Deu Ruim” para discutir se devem contar à polícia, criando um laço de proteção e amizade.

Publicidade