Resumo novela “Cúmplices de um Resgate” 23/01: Priscila é atropelada

Luiz e Clara chegam brigando em casa e o jantar romântico preparado por Mateus e Dóris não surte efeito.

Resumo novela “Cúmplices de um Resgate” 23/01: no capítulo 275(*) da novela, quinta-feira, 23 de janeiro, Luiz e Clara chegam brigando em casa e o jantar romântico preparado por Mateus e Dóris não surte efeito. Os cúmplices decidem convidar Priscila para ir na casa deles para continuar a ajudar a adolescente a comer, como Fortunado e Aurora pediram. Frederico pede desculpa para Lurdinha pelo estilista misterioso. Taísa (Stephanie D’Amico) aparece com uma pesquisa que Frederico pediu. O estilista elogia o trabalho de Taísa e a convida para almoçar. Os dois vão embora de braços dados e Lurdinha fica enciumada. Otávio está triste e pensativo sobre o relacionamento dele com Rebeca. Regina ameaça Manuela a não atrapalhar o namoro falso de Priscila e Joaquim. No apartamento dos Vaz, as crianças tentam animar Priscila.

Publicidade

Joaquim acaba dizendo que não gosta dela, mas sim de Isabela. Priscila sai do apartamento enraivecida e é atropelada por um carro. Fortunato aparece e entra em desespero ao ver a neta desacordada no chão da rua. Os sapatos de Nina ficam prontos e a ela fica encantada. Fiorina aparece e enciumada arruma mais confusão. Frederico e Taísa combinam de assistir uma série juntos e Lurdinha fica ainda mais enciumada. A ambulância chega no local do atropelamento de Priscila. Fortunato chora muito. Os cúmplices também aparecem e ficam preocupados. Frederico diz que amou almoçar com Taísa e que ela é uma fofa. A assistente de Frederico fica próxima dele. Dinho tenta vender o saco de ração de gatos que ganhou no concurso, mas não consegue. Todos estão no hospital esperando respostas sobre Priscila. Joaquim se sente culpado.

(*) edição do SBT, Novela “Cúmplices de um Resgate”, sujeito a alteração de data e conteúdo.

Publicidade

Novela “Cúmplices de um Resgate”: resumo dos próximos capítulos

“Cúmplices de um Resgate” – Duas irmãs gêmeas univitelinas que foram separadas após nascimento, se reencontram somente após doze anos. Manuela, uma das gêmeas, é doce, meiga, gentil, e muito talentosa para a música e tem uma voz encantadora. Vive uma vida feliz no Vilarejo dos Sonhos, onde mora com sua avó Nina, sua tia Helena e sua mãe Rebeca, que dá muito amor e carinho a filha por ela nunca ter tido um pai, e ela é a mãe biológica das duas garotas, mas nunca soube que teve gêmeas.

Publicidade