Previsão do tempo e temperatura no Brasil

A previsão do tempo e temperatura CPTEC/INPE indica a manutenção das instabilidades, principalmente, entre o MT, RJ e ES, no domingo (19/01). Nesta área, o dia será de pancadas de chuva intercaladas com períodos de melhoria e que, em alguns pontos, poderão ser intensas e vir acompanhadas de raios. A tendência para a próxima semana é que as instabilidades sigam concentradas, principalmente, no centro-norte do Brasil enquanto na Região Sul, parte de SP e do MS as pancadas de chuva ocorram de forma menos frequente e mal distribuídas. Desta forma, são esperadas chuvas intensas e generalizadas entre GO, MG, RJ, ES e norte de SP ao longo da semana.

VALE DO PARAÍBA, LITORAL NORTE E SERRA DA MANTIQUEIRA

Publicidade

No domingo (19/01), o dia no litoral norte será de muitas nuvens e com pequena chance de chuva fraca e isolada. No Vale e na Serra da Mantiqueira haverá variação de nebulosidade, aberturas de sol e condições para chuva isolada. As temperaturas máximas seguirão amenas na Região.O mar estará agitado e as ondas poderão chegar aos 2,5 metros de altura.

Tendência para os próximos dias: Na segunda-feira (20/01), o dia será de nebulosidade intercalada com períodos de presença de sol. Entre a tarde e a noite ocorrerão pancadas de chuva em pontos isolados da Região, acompanhadas de descargas elétricas. As temperaturas estarão em ligeira elevação.

Publicidade

Na terça-feira (21/01), o dia será de sol e poucas nuvens. Entre a tarde e a noite ocorrerão pancadas de chuva na Região. As temperaturas estarão em elevação e voltará a fazer calor na Região.

Previsão do tempo CPTEC/INPE/MCTI


O CPTEC (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos) do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) é o passaporte do Brasil para o primeiro mundo das previsões meteorológicas. Com o novo supercomputador (CRAY XT6), recém adquirido, será possível ao Centro melhorar a resolução espacial dos modelos de previsão de tempo, de clima sazonal, ambiental (qualidade do ar) e de projeções de cenários de mudanças climáticas. O CPTEC já vem aperfeiçoando seus modelos para que o novo supercomputador também possa gerar previsões com mais dias de antecedência, além de prever chuvas e eventos extremos com maior confiabilidade.

O cluster UNA com 1100 processadores tem capacidade de processar até 5.7 trilhões de operações aritméticas em ponto flutuante por segundo. Tudo isso, significa possibilidade de utilizar modelos numéricos para simulação de tempo e clima, integrando informações atmosféricas e oceânicas. O resultado disso são previsões de tempo confiáveis, para todo o país.

Publicidade