Novela “Novo Mundo”: segredo de Hugo prejudica Licurgo e Germana

Todos entram em acordo e viram sócios

Novela “Novo Mundo”: Licurgo (Guilherme Piva) e Germana (Viviane Pasmanter) entregam o sobrinho Quinzinho (Theo de Almeida) para Elvira (Ingrid Guimarães), e ela o apresenta a Joaquim (Chay Suede) como seu filho. Hugo (César Cardadeiro) chega no Rio de Janeiro, consegue emprego na Taberna dos “Porcos” e se apaixona por Elvira (Ingrid Guimarães). Hugo renova o cardápio, conquista clientes e Licurgo e Germana comemoram. Hugo consegue a assinatura de Licurgo em uma folha em branco, passa a taberna para o seu nome e anuncia ser o novo dono do estabelecimento.

Hugo mostra o documento. Licurgo vê a própria assinatura e se revolta ao lembrar o dia em que assinou o documento: “Você me enganou! Disse que era uma receita!”. Germana (Vivianne Pasmanter) fica raivosa e corre atrás de Hugo. Elvira (Ingrid Guimarães) grita: “Deixa ele se explicar! Por que fizeste isso?”, pergunta.
Hugo esclarece: “Para vingar minha mãe. O Licurgo é meu pai!”.

Licurgo lembra: “Divana? Sim! Cabelos cor de mel, lábios de maçã, olhos claros como a lua…”. Hugo se vinga: “O senhor seduziu e abandonou a minha mãe grávida … A minha mãe morreu de desgosto, por sua causa! Mas agora ela está vingada! A taberna que o senhor adorava, agora é minha! Só minha! E quero o senhor e a dona Germana fora daqui. Os dois vão para o olho da rua!”. Logo depois, todos entram em acordo e viram sócios. Cenas previstas julho na novela “Novo Mundo”.

Novela “Novo Mundo”: resumo dos próximos capítulos

Sinopse Novela “Novo Mundo”: Jovem ator de Commedia dell’Arte, Joaquim se apaixona completamente por Anna quando embarca no navio Real rumo ao Novo Mundo. Chegando ao Brasil, torna-se um herói e defensor de Dom Pedro, além de grande entusiasta da Independência brasileira. … “Uma mulher fantástica e poderosa”, assim era Maria Leopoldina, esposa do imperador Dom Pedro I na história do Brasil. E a Leopoldina retratada em Novo Mundo, a nova novela das 6, é uma grande homenagem de Letícia Colin a esta figura tão importante a partir do texto de Thereza Falcão e Alessandro Marson e da direção artística de Vinícius Coimbra. A atriz mergulhou no universo da austríaca que se jogou neste país e abraçou estas terras.