Resumo novela “Belíssima” 11/01 : no capítulo 235(*) da novela, resumo de sexta-feira, 11 de janeiro, Mônica empalidece ao ler o caderninho. Safira pergunta se Giovana está no loft de Rebeca e diz a Alberto que ela desapareceu. Giovana pede para jantar antes de dar a resposta. Gigi pergunta o que Tosca quer com Bia, mas ela disfarça. Bia diz a Tosca que não fez nada contra a lei e só entregou a criança no orfanato. André dá um beijo em Júlia, que diz não querer o amor dele. Rebeca se irrita com Safira e Alberto se coloca no meio das duas.

Pascoal decide não ir ao encontro. Cris tem um ataque ao ver Vitória e Gilberto juntos. Giovana bebe champanhe antes de decidir seu futuro. Tosca diz que tem medo de decepcionar Fladson. Katina garante a Cemil que a única culpada é ela e que Nikos não merece o que ele está fazendo.

Sabina abraça Nikos, que sente saudades da Grécia. Pascoal pergunta se Safira foi à casa de Rebeca e diz que vai namorar suas filhas, se ela continuar a atrapalhar a sua vida. Dagmar flagra Mônica na cozinha, quando ela está prestes a queimar o caderninho. Cris se revolta com o namoro do do pai. Vitória consola Gilberto. Cemil vai à casa de Nikos.

(*) edição da Rede Globo, Novela “Belíssima”, sujeito a alteração de data e conteúdo.

Simpática, bem-sucedida e discreta, Júlia Assumpção é presidente da Belíssima, referência mundial no setor de roupas íntimas. Sua avó, Bia Falcão, a pressiona para se tornar parecida com a mãe, Stella Assumpção – que foi uma modelo bastante famosa, mito de beleza na década de 1960. Fundadora da marca Belíssima, Stella morreu em um acidente de avião junto com seu marido, deixando órfãos Júlia e Pedro. Desde então, Bia Falcão se tornou responsável pelos dois, tendo-os criado. Até hoje tenta controlar a vida deles. Em casa, Júlia só encontra apoio no tio, Argemiro Falcão, vulgo Gigi, e na governanta, Matilde. Bia faz de tudo para Júlia se sentir culpada pela morte dos pais.

A vilã fará de tudo para acabar com os romances de Pedro com Vitória, uma ex- menina de rua que ele escolheu para ser sua esposa, com quem tem uma filha, e Vitória será perseguida pela vilã durante toda a trama, porém, sem perder a fibra e a coragem; e de Júlia com André Santana. Este, apesar de não parecer inicialmente, é um grande e terrível vilão, diabólico e ambicioso, que almeja ser dono da Belíssima em conjunto com seu pai, Aquilino Santana, o seu Quiqui, que aparenta ser um bom velhinho, mas é, na verdade, um bandido da pior espécie, ex-matador de aluguel. André vai se envolver com Júlia e com a filha de Júlia, Érica, uma mulher fútil e perversa como a bisavó Bia Falcão. Érica é aspirante a modelo.

Publicidade