Novela “A Dona do Pedaço”: Josiane (Agatha Moreira) faz Maria da Paz (Juliana Paes) comprar uma mansão e exige propina da arquiteta contratada para decorar o imóvel. Maria descobre e bate na filha. Régis (Reynaldo Gianecchini) se apaixona por Maria, pára de apoiar os golpes da garota e tenta se afastar da vilã.

Ellen (Rosane Goffman) desconfia que Régis e Josiane são amantes, Jardel (Duio Botta) investiga, tira uma foto comprometedora do casal e ameaça: “Sei que tem um caso com o Régis. O marido da sua mãe. Eu vou contar tudo. Fiz foto de vocês juntos no celular. Eu quero grana. Muita grana. Ou mando essa foto pro celular da sua mãe. Imagina o escândalo que vai ser”. Ele exige que o pagamento seja feito em um local público e os dois se encontram na plataforma do metrô. Josiane se explica para Jardel: “Passei no banco. Tá tudo aqui. Raspei o que tinha. Cheguei bem perto do que me pediu”.

Ela manda Jardel apagar a foto e ele reage: “Em que mundo cê vive, garota? Eu mandei a foto pra um arquivo seguro. Eu vou querer mais grana. Todos os meses. Achou que podia me humilhar o resto da vida? Agora sou eu que humilho você. Vai ter que passar o resto da vida ajoelhada implorando pra eu não contar. Tá nas minhas mãos”.

Um trem se aproxima e Jô empurra Jardel nos trilhos. O mordomo morre, Josiane pega o dinheiro e deixa o local do crime. Camilo (Lee Taylor) não encontra imagem da queda de Jardel nos vídeos de segurança, mas desconfia e começa a investigar. Cena prevista para dia 6 de agosto na novela “A Dona do Pedaço”.

“A Dona do Pedaço”: resumo dos próximos capítulos da novela

Sinopse “A Dona do Pedaço”: a novela enaltece a trajetória de Maria da Paz (Juliana Paes), uma jovem humilde, da cidade fictícia de Rio Vermelho, no Espírito Santo. Maria vem de uma família de justiceiros profissionais, os Ramirez, e se apaixona justamente por Amadeu (Marcos Palmeira), advogado formado em Vitória e membro do clã rival nos negócios, os Matheus. A trama, dividida em um prólogo e duas fases, traz uma história de amor com elementos à Romeu e Julieta, sem perder o humor, que permeia todo o folhetim.