Verão é sinônimo de calor, um convite e tanto para um bom banho de mar, rio ou represa. No entanto, é preciso ficar sempre atento à qualidade da água para não ser surpreendido e acabar com alguma doença. Para isso, a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) faz a análise da qualidade das praias semanalmente, a partir da coleta de amostras de água do mar aos domingos, em 174 pontos distribuídos em 150 praias do litoral paulista.

Veja aqui (http://s.ambiente.sp.gov.br/html-praias/mapa.html) a qualidade das águas do litoral paulista.

O trabalho de avaliação da balneabilidade tem início com a coleta, feita por uma equipe técnica de seis coletores, que partem para pontos estratégicos, localizados no litoral norte e litoral sul do Estado. O profissional entra no mar, até a altura da cintura, e coleta a água em um frasco esterilizado, a 20 cm abaixo da superfície.

Ao final do dia, depois de percorrer todas as praias, as amostras são encaminhadas para análise nos laboratórios das Agências Ambientais de Cubatão e Taubaté. Mensalmente, são analisadas em média 700 amostras de água.

Ao acessar o mapa de qualidade da Cetesb, o banhista pode ver se a praia que ele deseja frequentar está própria ou não para mergulho pelas bandeiras de identificação, em que vermelho significa imprópria e verde indica que está própria para o banho.

http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/cetesb-oferece-monitoramento-da-qualidade-da-agua-nas-praias/

Do Portal do Governo SP