Resumo novela “O Outro Lado do Paraíso” 13/01: no capítulo 072(*) da novela “O Outro Lado do Paraíso”, resumo de sábado, 13 de janeiro, Suzy faz escândalo no hospital e revela a todos que Samuel é gay. O psiquiatra fica arrasado. Renato é solidário e aconselha Samuel a se assumir para a sociedade. Adriana tenta conversar com Duda e desconfia quando ela afirma ser uma mulher morta. Mercedes começa a rezar Gael, que tem uma crise. Cleo expulsa Gael da casa de sua avó. Samuel enfrenta todos, e Adinéia consola o filho. Clara decide com Renato quem será sua próxima vítima. Laura não aceita que seu vestido de noiva seja pago por Vinícius. Adriana conversa sobre o caso de Duda com Natanael. Samuel convida Cido para viajar. Nádia decide marcar o jantar com Raquel. Tomaz liga para Renato e pede para visitar Josafá, Mercedes e Cacau. Patrick avisa a Clara que entrará com o pedido de guarda de Tomaz. Samuel leva Cido até a Mãe do Quilombo. Tomaz diz a Clara que sentiu saudades dela. Gustavo alerta Sophia sobre a petição de Patrick.

Novela “O Outro Lado do Paraíso”: resumo dos próximos capítulos

(*) edição da Rede Globo, Novela “O Outro Lado do Paraíso”, sujeito a alteração de data e conteúdo.

A trama “O Outro Lado do Paraíso” tem duas fases e se inicia no Tocantins. A primeira fase, ambientada no ano de 2007, apresenta a professora Clara (Bianca Bin), uma jovem órfã de mãe e inocente quando se trata de assuntos amorosos, que vive com o avô, o dono de bar Josafá (Lima Duarte) no Jalapão. Ela conhece Gael (Sergio Guizé), um herdeiro de uma família decadente de Palmas, e acaba se apaixonando por ele. No entanto, Clara sofre por seu temperamento explosivo e extremamente machista, mas acaba sendo aconselhada por Sophia (Marieta Severo), sua sogra, a ser compreensiva. A relação das duas esconde uma ambição pelas terras de Josafá, onde fora descoberto uma mina de esmeraldas desativada, na qual nem ele nem a neta possui o menor interesse em explorar, após uma tragédia que vitima o pai de Clara e filho de Josafá, Jonas (Eucir de Souza). Sophia, mulher dominadora, interesseira, ardilosa e falsa, arma um plano para se livrar de Clara, acabando por internar a nora numa clínica por 10 anos.

A segunda fase, nos dias atuais, apresenta Clara tentando fugir da clínica psiquiátrica, sem entender como foi parar ali, mas descobre foi vítima de um grande golpe, tendo como única amiga no local a misteriosa Beatriz (Nathalia Timberg). No local, reencontra o médico Renato (Rafael Cardoso), um amigo apaixonado por ela, que irá ajudá-la em seu plano de vingança contra sete pessoas: Sophia, Gael, a sensual e perigosa cunhada Lívia (Grazi Massafera), o juiz Gustavo (Luís Melo) e sua esposa Nádia (Eliane Giardini), o psiquiatra Samuel (Eriberto Leão) e o delegado Bernardo (Flávio Tolezani), ao mesmo tempo que tenta reencontrar o filho Tomaz (Vitor Figueiredo), criado pelo pai e pela avó, alguns dos algozes de Clara.