Resumo novela “Celebridade” 23/01: no capítulo 037(*) da novela “Celebridade”, resumo de terça-feira, 23 de janeiro, Ana Paula acha que Paulo César é o entregador. Cristiano acusa Renato, que rebate dizendo que ele é um bêbado, que matou a mulher e pode matar o filho. Cristiano dá-lhe um soco e jura que nunca mais vai beber. Na saída, se envolve em um pequeno acidente de carro, machucando a mão. Fernando acha necessário que Inácio faça uma terapia e é apoiado por Lineu. Laura resolve levantar quanto Renato possui em bens. Beatriz se exaspera com a prostração de Inácio e acusa-o de covardia, deixando-o mais deprimido.

Laura veste a camisola que comprou para usar na sua primeira noite com Renato, e ele promete respeitá-la. Darlene se vira para organizar o concurso de Garota do Andaraí. Lineu convida Corina para jantar. Paulo César e Sandra fazem as pazes. Fernando se preocupa ao saber que Inácio sumiu. Jaqueline está a fim de entrar no concurso, mas Darlene não quer. Fernando vê Inácio no alto de uma pedra em cima do mar.

Novela “Celebridade”: resumo dos próximos capítulos

(*) edição da Rede Globo, Novela “Celebridade”, sujeito a alteração de data e conteúdo.

A trama tem como eixo central a rivalidade entre duas mulheres: a bem-sucedida empresária e ex-modelo Maria Clara Diniz, dona da produtora Mello Diniz, e a dissimulada e ardilosa Laura Prudente da Costa, que se aproxima de Maria Clara dizendo ser sua maior admiradora e consegue um emprego em sua empresa, tramando na verdade tomar posse de tudo que é seu. Para realizar o plano de destruir a rival, Laura conta com a ajuda de Marcos, seu namorado e cúmplice. Eles começam a trabalhar, respectivamente, como assistente e motorista de Maria Clara, e aos poucos vão se infiltrando na vida da celebridade. A dupla de vilões – a Cachorra e o Michê, como Laura e Marcos se chamavam mutuamente – planeja cada passo cuidadosamente para que Maria Clara seja derrubada e caluniada.

Apenas em um certo ponto da trama é explicado que a razão do ódio é, na verdade, vingança. A canção Musa de Verão – uma espécie de Garota de Ipanema –, que tornara Maria Clara famosa e rica, é uma fraude e não foi escrita por Wagner, falecido noivo da empresária, nem teve Maria Clara como inspiração. A canção foi composta pelo padrasto de Laura, Ubaldo, em homenagem à sua mãe Marília, porém foi roubada por Wagner, que a registrou e lançou como obra sua e colocou Maria Clara como sua musa inspiradora. O roubo da canção contou com a ajuda de Ernesto, irmão de Wagner, e do empresário Lineu, que tirou proveito da tramoia. Enquanto isso Laura viu sua família ruir e amargar uma vida miserável na pobreza. Ubaldo matou Wagner para vingar-se e passou 15 anos na prisão, enquanto a mãe de Laura morreu após uma depressão desenvolvida pelo acontecimento, deixando a garota criando-se sozinha, vivendo de caridade e planejando vingar-se daqueles que destruíram sua família.

Publicidade