A novela “Lia” da Record entra no lugar da novela Apocalipse, em junho, no horário nobre da emissora. A protagonista que dá nome à produção é vivida pela atriz e cantora Bruna Pazinato, que estreou na teledramaturgia quando deu vida à personagem Rebeca de O Rico e Lázaro, também da Record TV. Lia perde a mãe no parto da irmã caçula, Raquel. Ela sofre maus-tratos de sua madrasta e é entregue pelo pai em casamento a Jacó, que também desposa Raquel. Desta união, nasce José. Escrita por Paula Richard, conta com o argentino Juan Pablo Pires na direção.

A emissora escalou Bruna Pazinato para o personagem principal e Leandro Lima para viver Rubem. Felipe Cardoso interpreta Jacó. O ator carioca de 40 anos fará seu oitavo trabalho na emissora, sendo este o primeiro protagonista em sua carreira. A segunda esposa de Jacó, Raquel, é interpretada pela atriz Graziela Schmitt, que também esteve em O Rico e Lázaro na pele da personagem Dana. Lia conta também com Brenno Leone como Simeão, Julia Magessi vivendo Diná e Maurício Pitanga como Luri.

Theo Becker e Susana Alves interpretam o casal Labão e Laila. Pai de Lia e Raquel, Labão é um homem grosseiro e violento. Ele preza mais o dinheiro e inferioriza a figura feminina. Sua esposa Laila é uma mulher rude e sofre com o comportamento violento do marido. Madrasta das filhas de Labão, ela trata Lia como uma serva.