Brasil sedia conferência sobre comunicação pública da ciência

Agência FAPESP –A Rede Internacional de Comunicação Pública da Ciência e da Tecnologia (PCST, na sigla em inglês) realiza, pela primeira vez na América Latina, entre 5 e 8 de maio, sua conferência internacional que tem, entre os objetivos principais, promover debates sobre o engajamento público em temas relacionados a ciência e tecnologia.

Formada por indivíduos de diversas partes do mundo que produzem e estudam na área de comunicação pública de ciência e tecnologia, a Rede PCST patrocina conferências, discussões virtuais e outras atividades que promovam novas ideias e perspectivas.

A edição deste ano terá como tema central “Divulgação da Ciência para a inclusão social e o engajamento político”. A ideia é mostrar que, mesmo com investimento em ciência e tecnologia, a maior parte do mundo ainda enfrenta a exclusão social e o desenvolvimento desigual, separando cada vez mais os países ricos dos pobres. O papel da difusão científica é criar possibilidades de ação dos cidadãos que permitam reduzir essa diferença.

Na plenária “Comunicação da ciência e mídia social”, os participantes poderão conferir as palestras de Dominique Brossard, da Universidade de Wisconsin, dos Estados Unidos, e membro do comitê científico da Rede PCST, e de Mohammed Yahia, editor da Nature Middle East, do Egito.

Além da Rede Internacional do PCST, o evento é promovido pelo Museu da Vida, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e pelo Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

As inscrições com desconto na taxa podem ser realizadas até 7 de abril. As atividades ocorrerão no Hotel Pestana Bahia, que fica na Rua Fonte do Boi, 216, em Salvador.

Mais informações http://www.pcst-2014.org/index.php/pt-BR/