Agência FAPESP – Um livro com resultados de pesquisas desenvolvidas no Centro de Estudos da Metrópole (CEM), um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) da FAPESP, acaba de ser lançado na França.

Être chômeur à Paris, São Paulo, Tokyo – Une méthode de comparaison internationale (Estar desempregado em Paris, São Paulo e Tóquio – Um método de comparação internacional), de Didier Demazière, Nadya Araujo Guimarães, Helena Hirata e Kurumi Sugita, foi publicado pela editora Presses de Sciences Po.

Guimarães é pesquisadora do CEM e professora titular do Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo. É autora de Desemprego, uma construção social. Hirata é diretora de pesquisa emérita do Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS), na França, e foi pesquisadora visitante no CEM com apoio da FAPESP. Demazière é diretor de pesquisa do CNRS. Sugita é pesquisadora no L’Institut d’Asie Orientale do CNRS e também pesquisou no CEM.

Segundo os autores, a condição de desempregado é marcada pela obrigação de procurar emprego, mas esta definição esconde realidades internacionais heterogêneas.

O objetivo da obra é explorar a diversidade de significados do desemprego. Como os desempregados vivem e interpretam sua situação em Paris, em São Paulo e em Tóquio e os distintos significados do desemprego em todos os lugares estão entre as questões abordadas.

O livro traça formas com que o desemprego é vivenciado por homens e mulheres de diferentes idades e meios sociais nessas três cidades. A abordagem comparativa identifica múltiplas escalas de variação: internacional, com um universo de significados comuns aos desempregados nos três países; nacional, com a afirmação de modelos de referência específicos para cada território; e transnacional, com as experiências de sobreposição de gênero, idade e classe social, independentemente do país.

O sumário de Être chômeur à Paris, São Paulo, Tokyo – Une méthode de comparaison internationale pode ser acessado em http://www.pressesdesciencespo.fr/en/livre/?GCOI=27246100998740&fa=sommaire. O livro pode ser comprado pela mesma página.

Em 2006, Guimarães publicou na revista Novos Estudos – Cebrap o artigo Trabalho em transição – Uma comparação entre São Paulo, Paris e Tóquio, que pode ser lido na biblioteca virtual SciELO (FAPESP/Bireme) em www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-33002006000300008&script=sci_arttext.