Direitos Humanos através da arte

Na próxima sexta-feira (18.11), às 10h30, no Mezanino da Estação Luz do Metrô, a Associação Inscrire em parceria com a Comissão Municipal de Direitos Humanos da Prefeitura da Cidade de São Paulo, com a Associação Dannyann e com a Companhia do Metropolitano de São Paulo, inaugurará os painéis de azulejo do projeto “INSCREVER OS DIREITO HUMANOS NA ESTAÇÃO LUZ DO METRÔ”.

O projeto nascido na França é desenvolvido com alunos de escolas públicas municipais. Nessa etapa, contou com a participação de jovens dos CEUs Alvarenga, Sapopemba e Pq. São Carlos, que produziram uma parte dos painéis a partir da interpretação e representação artística dos artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Ao todo, são 700 m² de azulejos, que incluem fatos geográficos e históricos sobre a cidade de SãoPaulo e região, explorando o significado da Declaração Universal dos Direitos Humanos e consolidando uma cultura de Direitos Humanos integrada à cidade de São Paulo.

Perfil dos Principais Realizadores:

Associação Inscrire – é uma organização sem fins lucrativos que atua em colaboração com os indivíduos e instituições locais da União Européia e de todo o mundo, realizando trabalhos artísticos que destacam os princípios dos direitos humanos, da diversidade cultural e que refletem os valores de cada comunidade, proporcionando debate e reflexão sobre ambos. O Projeto Inscrire sensibiliza os visitantes para a importância fundamental dos direitos humanos em suas comunidades e dos desafios enfrentados ao redor do globo – http://www.inscrire.com/.

Comissão Municipal de Direitos Humanos – atua no âmbito do Poder Público Municipal com a missão de defender, proteger e promover os direitos humanos, bem como fomentar a inserção dos direitos humanos na política públicas do Município. Para isso dispõe de um Balcão de Atendimento e de um Núcleo de Desenvolvimento de Projetos, cujas iniciativas cobrem uma abrangente gama de temas que vão desde a capacitação de servidores municipais sobre a temática dos direitos humanos até ações de proteçãoe promoção dos direitos dos refugiados e imigrantes na cidade de São Paulo.

Associação Danyann: Aprender e Evoluir – organização filantrópica que tem por objetivo retirar os jovens das ruas e da marginalidade.

Atelier Azulejaria: um coletivo de artistas e artesãs especializadas, que combinam produção artística e projetos educacionais aliados a ações sociais, culturais e urbanas. Referência em projetos de arte e cultura com foco na educação; e, sobretudo,utilizando a diversidade de suas ações em projetos coletivos de intervenção social e urbana.