Comissão Européia lança 53 novos editais

A Comissão Européia publicou novos editais para a apresentação de propostas em várias áreas temáticas do Sétimo Programa-Quadro (FP7). Os Programas-Quadro são o principal instrumento de financiamento em ciência e tecnologia que a União Européia (UE) disponibiliza para seus Países-Membros e demais países de outros continentes, fomentando significativamente a cooperação internacional. O 7º Programa-Quadro, que entrou em vigor em 2007 e se estenderá até 2013, mobilizará cerca de 54 bilhões de Euros para distribuir entre os projetos aprovados.

As áreas temáticas no âmbito do programa específico “Cooperação” incluem:

– Saúde (três editais);

– Alimentos, agricultura e biotecnologia (um edital);

– Tecnologias de informação e comunicação (dois editais);

– Nanociências, nanotecnologias, materiais e novas tecnologias de produção (seis editais);

– Energia (quatro editais);

– Meio Ambiente (incluindo mudanças climáticas) (um edital);

– Transportes (seis editais);

– Ciências sócio-econômicas e ciências humanas (quatro editais);

– Espaço (um edital);

– Segurança (um edital).

Os editais do programa específico “Capacidades” focam-se nos seguintes temas:

– Infra-estruturas de pesquisa (dois editais);

– Investigação em benefício das PME (um edital);

– Áreas do conhecimento (um edital);

– Potencial de pesquisa (dois editais);

– Ciência na sociedade (quatro editais);

– Atividades de cooperação internacional (quatro editais).

Sete editais adicionais de temas transversais unem até cinco diferentes temas. Finalmente, as Bolsas Iniciantes de Pesquisa Independentes (três subeditais) do Conselho de Pesquisa Europeu (ERC) pretendem apoiar os líderes de pesquisa promissores que estão prestes a estabelecer ou consolidar uma equipe de pesquisa adequada para começar a conduzir pesquisa na Europa.

Os editais estão disponíveis no link http://cordis.europa.eu/fp7/calls.

O Bureau Brasileiro para Ampliação da Cooperação Internacional com a União Européia (B.Bice) está disponível para oferecer mais informações aos pesquisadores e instituições por meio do site http://www.bbice.unb.br.