Clima tempo alerta que Rio Guaíba continua subindo em Porto Alegre

Segundo a Clima tempo, mais duas frentes frias vão levar chuva para o Rio Grande do Sul até o começo da semana que vem. Há dois dias o sol voltou a brilhar forte no Rio Grande do Sul, mas os efeitos da chuvarada do último fim de semana ainda estão sendo sentidos. Em áreas como o planalto gaúcho e a Grande Porto Alegre, a quantidade de chuva que caiu entre a sexta-feira da semana passada e a segunda-feira foi maior do que a média para todo o mês de agosto. 

Em Porto Alegre foram acumulados quase 168,8 milímetros neste período, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia. A média de chuva para agosto em Porto Alegre é de 140 milímetros. Na região de Cruz Alta e de Soledade, foram cerca de 180 milímetros, informou a Clima tempo. O excesso de chuva ainda está sendo absorvido pelos rios.

Clima tempo alerte que em Porto Alegre, o rio Guaíba subiu mais 6 centímetros nesta quarta-feira. Pela manhã, as águas estavam mais de 1,5m acima do normal, de acordo com as medições da Defesa Civil. Se o nível chegar a 1,85 metros, as águas começam a invadir casas que ficam nas ilhas do rio Guaíba. A Defesa Civil gaúcha está em alerta. Os rios Caí e Taquari já baixaram e as famílias que ficaram desalojadas estão voltando para suas casas. Mais de 400 pessoas tiveram que deixar suas casas devido à cheia destes dois rios.

Segundo a Clima tempo a quinta e sexta-feira serão de sol no Rio Grande do Sul. Há possibilidade de nevoeiro no começo da manhã em algumas áreas, mas depois o céu fica quase sem nuvens. Com o afastamento do ar polar, a temperatura continua em elevação e os gaúchos vão até sentir um pouco de calor.
O problema é que mais duas frentes frias estão sendo esperadas até o meio da semana que vem e vão levar um pouco mais de chuva para o Rio Grande do Sul, alerta a Clima tempo. Por enquanto, não há expectativa de temporais ou de chuva volumosa como ocorreu no fim de semana passado. A primeira frente fria provoca chuvas no Estado principalmente no domingo e na segunda-feira. A segunda frente fria aumenta as condições de chuva na quarta-feira da semana que vem. Mesmo que não chova forte, as águas do rio Guaíba poderão continuar em níveis preocupantes.

Sobre o Grupo Climatempo

O Grupo Climatempo é a maior empresa privada de meteorologia do país. Uma holding formada pela Climatempo Consultoria, Agência Climatempo, a TV Climatempo e a CLIMANET (Internet, serviços de tecnologia e informática). Atualmente, o Grupo Climatempo fornece conteúdo para os principais portais do país, mais de 50 retransmissoras de televisão do Brasil, rádios e tem cerca de mil clientes. Os dois principais segmentos atendidos são o de agronegócios e meios de comunicação. Além destes, fornece conteúdo meteorológico estratégico para produtoras, a indústria eletroeletrônica e têxtil, comércio, moda e turismo, construção civil, setor de energia, entre outros setores.

O Grupo é presidido pelo meteorologista Carlos Magno, um dos primeiros comunicadores da profissão no País, com mais de 23 anos de carreira, que ajudou a mudar a cultura que o brasileiro tinha sobre a meteorologia. O Grupo Climatempo conta ainda com Ana Lúcia Frony vice-presidente, Renato Urbinder, sócio-diretor (Diretor de Negócios e Projetos Especiais), e os diretores executivos Gilca Palma (Climatempo Meteorologia), André Madeira (Agência Climatempo) e o jornalista Paulo Polli (TV Climatempo) no Conselho Consultivo.