Pós-Doutorado em Fisiologia Cardiovascular e Respiratória com Bolsa da FAPESP

Agência FAPESP – O Laboratório de Fisiologia do Departamento de Fisiologia e Patologia da Faculdade de Odontologia de Araraquara da Universidade Estadual Paulista (Unesp) oferece uma oportunidade de Pós-Doutorado na área de Fisiologia Cardiovascular e Respiratória com Bolsa da FAPESP. O prazo de inscrição encerra em 28 de fevereiro.

A bolsa está vinculada ao Projeto Temático coordenado por Eduardo Colombari intitulado “Fisiopatologia experimental: Mecanismos centrais de controle cardiovascular e respiratório envolvidos em modelos experimentais de hipertensão e obesidade”.

O projeto visa à compreensão dos mecanismos neurais que processam informações autonômicas associadas aos ajustes cardiovasculares e respiratórios subjacentes à produção de hipertensão arterial em diferentes modelos experimentais.

O foco do estudo será um modelo de circuito que envolve o triângulo formado por regiões tromboencefálicas, núcleo do trato solitário (NTS), região rostro-ventrolateral do bulbo (RVL) e suas conexões com regiões do prosencéfalo como lâmina terminal e núcleo paraventricular do hipotálamo.

Os objetivos são estudar o envolvimento do sistema renina-angiotensina e o sistema melanocortina centrais nas alterações cardiovasculares e ventilatórias induzidas pela obesidade; compreender os mecanismos neurais de controle basal e reflexo das atividades simpática e respiratória suscetíveis à plasticidade em resposta a alterações no aporte de nutrientes durante a fase de desenvolvimento/maturação; estudar os efeitos do treinamento resistido como medida preventiva para a correção das alterações cardiovasculares em ratos submetidos a dieta hiperlipídica; verificar a participação do estresse oxidativo em diferentes áreas encefálicas para o desenvolvimento/manutenção em um modelo animal de hipertensão renovascular (2-rins, 1-clipe, 2R1C) e essencial (ratos espontaneamente hipertensos, SHR); e analisar a inter-relação entre o sistema renina-angiotensina central e as citocinas inflamatórias no sistema nervoso central como um possível mecanismo facilitatório para o desenvolvimento de diferentes modelos de hipertensão (2R1C, SHR e induzida pela obesidade).

Para atingir esses objetivos o projeto combinará diversas técnicas, tais como: injeções intraencefálicas de fármacos; transfecção viral; imuno-histoquímica; análise da expressão gênica quantitativa, eletrofisiologia; registros cardiovasculares e ventilatórios.

Os candidatos devem ter sólida formação em eletrofisiologia, com experiência demonstrada em registro de nervos em preparações isoladas e de neurônios (patch-clamp) em fatias cerebrais e/ou em preparações in situ. É indispensável que tenham experiência consolidada na análise e no processamento de sinais biológicos em softwares de uso rotineiro em laboratórios de eletrofisiologia.

Os interessados devem enviar carta manifestando as suas motivações e experiência profissional, nome de pelo menos um pesquisador ativo no campo da fisiologia cardiorrespiratória como referência e curriculum vitae atualizado para o coordenador do projeto eduardo.colombari@foar.unesp.br.

A oportunidade está publicada em http://www.fapesp.br/oportunidades/1388/.

O selecionado receberá bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP no valor de R$ 6.819,30 mensais e Reserva Técnica. A Reserva Técnica da bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso o bolsista resida em domicílio diferente e precise se mudar para a cidade onde se localiza a instituição-sede da pesquisa, poderá ter direito a um Auxílio-Instalação.

Mais informações sobre a bolsa de Pós-Doutorado da FAPESP estão disponíveis em fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de bolsas de Pós-Doutorado, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades.