Novela “Ribeirão do Tempo” resumo 21/03: Ajuricaba recepciona Flores

Novela “Ribeirão do Tempo” resumo 21/03: no capitulo 012 (*) da novela “Ribeirão do Tempo”, terça-feira, 21 de março, Flores, em depoimento, afirma ao delegado que a única hipótese sobre a morte de Dirce é a de que ela foi vítima de um crime político, alegando que alguém que queria atingi-lo resolveu matar sua mulher. Joca substitui a fita do gravador que instalou no quadro de telefones. Arminda sugere a Bruno que os responsáveis pelos atrasos da obra sejam demitidos. Karina recebe flores de Tito. Diana observa paraquedistas saindo do avião. Guilherme mente a Carlos que não conseguiu descobrir o segredo de Tião. Joca manda Léia ouvir a fita e anotar tudo o que for suspeito. Flores conta a Lincon que em seu depoimento inverteu a situação, porque fez perguntas e não respondeu as que foram feitas a ele. Impaciente, Sônia aguarda André no Agito Colonial. Os dois começam a discutir por causa dos pais, mas se dão conta de que precisam fazer o trabalho e se concentram.

André elogia Sônia, que fica desconcertada. Os olhares dos dois se cruzam, mas logo eles desviam, com vergonha. Querêncio mostra o quadro que pintou a Ari. Ari paga Querêncio e o agradece. Querêncio vai ao Já Era, fala pra Alfredo que vai pagar o que está devendo e diz a todos que estão no botequim que hoje a bebida é por sua conta. Querêncio conta o que aconteceu com Romeu e pede pra ninguém comentar o caso. Joca pede para Léia ir à casa de Sancha para descobrir sobre o sequestro de Romeu. Romeu pergunta a Léia como o povo ficou sabendo de sua história. Sônia e André não terminam o trabalho e acabam discutindo. Lincon manda Carmem apurar o caso de Romeu. Célia aconselha Karina a se arrumar e ir à recepção sem Tito. Arminda se lembra do dia em que Joca caiu em seu banheiro. Arminda, Teixeira e Eleonora, muito elegantes, aguardam os convidados. Tio entra no quarto de Karina. Ela diz que não se sente a vontade pra ir à casa de Ellen e Sílvio, porque todos achavam que eles iam casar em breve. Karina diz a Tito que ficaria feliz se o namorado convencesse a mãe dele a oferecer um jantar à sua família, mas pede para ele não deixar Clorís saber que isso foi ideia dela. Bruno apresenta Célia a Eleonora e a Teixeira.

O olhar entre Célia e Teixeira indica um discreto interesse. Marisa dança na boate, enquanto Querêncio caminha trôpego e atrapalha os outros clientes do bordel. Sancha aconselha Romeu a falar com Carmem, pois ela garantiu que vai publicar o que ele disser. Eleonora comenta com Arminda que elas podiam fazer um convênio com a empresa de Tito. Eleonora cumprimenta Érico, que afirma que seu empreendimento é a salvação de Ribeirão do Tempo. Joca observa a movimentação do Solar de longe.Romeu aceita dar entrevista para Carmem a fim de esclarecer os fatos. Marisa vai até Querêncio e dá uma bronca nele. Ela fala que o artesão havia prometido não aparecer mais na boate bêbado. Arminda apresenta Ari a Eleonora. Ari anuncia a todos da festa que trouxe uma lembrança para Madame Durrel. Ele afirma que todos conhecem a história do enforcado, mas ninguém sabe como é o rosto dele. Eleonora rasga o papel e todos vêem as feições do enforcado pintados num quadro. Nicolau afirma que a figura do enforcado lembra Nasinho. Querêncio explica a Marisa que pensou no sujeito mais safado da cidade pra pintar o enforcado. Nasinho fica furioso com as gozações.

Novela “Ribeirão do Tempo”: resumo dos próximos capítulos

(*) edição da Rede Record, Novela “Ribeirão do Tempo”, sujeito a alteração de data e conteúdo.