Clima tempo informa previsão para o final de semana em todo o Brasil:

Fim de semana de temperaturas baixas no sul e calor no interior do nordeste. Confira os detalhes da previsão da Climatempo para o final de semana em todo o Brasil começando pela  Região Sul. O Rio Grande do Sul e Santa Catarina registraram frio intenso na manhã desta sexta-feira, devido à chegada de uma massa de ar polar. A mínima registrada em Cambará do Sul e em São Joaquim foi a mesma: 5,8°C abaixo de zero. No interior do Paraná, a cidade de General Carneiro registrou mínima de -2,2°C. No Sul do Brasil, o fim de semana será marcado pelo frio da massa polar. Mesmo com a presença do sol, a sensação de frio vai persistir. As noites ficam geladas e há condições para geada no interior e na capital. O frio também será o principal responsável pela formação da neblina, que poderá reduzir a visibilidade nas estradas e nos aeroportos por várias horas. No domingo, o ar polar provoca frio e geada em quase todo o Rio Grande do Sul e novamente serão registradas temperaturas baixas em várias áreas. No centro-oeste de Santa Catarina, e do Paraná há aumento de nebulosidade. Em Florianópolis, o sol aparece no meio de muitas nuvens e ocorrem pancadas de chuva. O tempo continua fechado no Vale Itajaí, Curitiba e norte do Paraná. A segunda-feira começa com baixas temperaturas e formação de geada, no Rio Grande do Sul e na serra catarinense.

Região Sudeste

A frente fria avança sobre o Sudeste do país e o mar está subindo em todo o litoral paulista. Durante o fim de semana as ondas podem alcançar os 2 metros e meio. A previsão é de chuva e frio o dia todo em todo o Estado de São Paulo, Rio de Janeiro e o sul do Espírito Santo. Segundo a Climatempo, o sol reaparece no domingo, mas o tempo ainda não fica firme. O céu fica cheio de nuvens e ainda chove a qualquer hora do dia. Neste sábado, a capital mineira tem aumento de nuvens e um pouco de chuva de fraca intensidade. No fim de semana, as pancadas de chuva e o frio chegam ao sul de Minas, Vale do Rio Doce e a Zona da Mata mineira. As demais áreas mineiras seguem com tempo firme sem chuva, devido à influência do ar seco.

Região Centro-Oeste

O sábado será marcado pela chuva e a massa de ar polar vai provocar forte queda de temperatura em Mato Grosso do Sul. A grande frente fria que avança pelo Centro-Oeste deve provocar aumento de nebulosidade no centro-sul de Goiás e em Brasília. Mas de forma geral, as duas cidades terão muito sol. No domingo, o tempo ainda fica chuvoso no sul de Mato Grosso do Sul. Na capital o sol reaparece, mas ainda ocorrem pancadas de chuva. As demais áreas da Região Centro-Oeste tem um domingo de sol e tempo firme. Na segunda-feira as pancadas de chuva ocorrem somente no sul de Mato Grosso do Sul.
Região Nordeste

No fim de semana, uma grande massa de ar seco ganha força sobre o Nordeste e toda a Região terá muito sol. Algumas precipitações poderão ser observadas no litoral entre Natal e Salvador.

Região Norte

Segundo os meteorologistas da Climatempo, as pancadas de chuva e o calor estarão presentes na maior parte do Norte do País. O Tocantins e o sul do Pará, passam o fim de semana com sol, calor e tempo seco. Já no oeste de Rondônia, no Acre e no sul do Amazonas a temperatura volta a baixar bastante e o sábado será marcado por chuva. Esse fenômeno, conhecido como “Friagem”, deve derrubar a temperatura para 12ºC em Rio Branco e para 17ºC em Porto Velho.

Sobre o Grupo Climatempo

O Grupo Climatempo é a maior empresa privada de meteorologia do país. Uma holding formada pela Climatempo Consultoria, Agência Climatempo, a TV Climatempo e a CLIMANET (Internet, serviços de tecnologia e informática). Atualmente, o Grupo Climatempo fornece conteúdo para os principais portais do país, mais de 50 retransmissoras de televisão do Brasil, rádios e tem cerca de mil clientes. Os dois principais segmentos atendidos são o de agronegócios e meios de comunicação. Além destes, fornece conteúdo meteorológico estratégico para produtoras, a indústria eletroeletrônica e têxtil, comércio, moda e turismo, construção civil, setor de energia, entre outros setores.